Ir para o conteúdo principal
EURES (EURopean Employment Services)
Notícia26 de julho de 2018Autoridade Europeia do Trabalho, Direção-Geral do Emprego, dos Assuntos Sociais e da Inclusão

A Europa oferece oportunidades de trabalho no turismo durante todo o ano

Está à procura de emprego? Quer viajar e descobrir novos lugares? Então, o setor do turismo/hotelaria pode ser para si!Mas onde estão os melhores locais para trabalhar? E é possível encontrar emprego em qualquer altura do ano?

Europe offers tourism job opportunities all year round
Shutterstock

Existem muitas oportunidades de turismo em toda a UE: de destinos costeiros e de montanha a cidades populares. O setor responde por 25 milhões de postos de trabalho, diretos e indiretos, na Europa. É o maior empregador de jovens, migrantes, trabalhadores a tempo parcial e mulheres, conforme sublinhado pela Comissão Europeia e pela Organização Internacional do Trabalho (OIT). Exigindo níveis de competências diversificados, o turismo oferece a estes trabalhadores uma via rápida de ingresso e/ou reingresso no mercado de trabalho.

De acordo com os dados mais recentes da Organização Mundial do Turismo (OMT), a agência das Nações Unidas incumbida de promover o turismo responsável, sustentável e acessível a todos, a Europa (os 28 Estados-Membros da UE e outros destinos fora da UE) registou um aumento de 8 % no afluxo de turistas internacionais até ao final de agosto de 2017, face ao período homólogo do ano anterior. Também de acordo com o relatório European Union Short-Term Tourism Trends [Tendências a curto prazo do turismo na União Europeia], no que respeita aos destinos turísticos na União Europeia, o crescimento foi mais acentuado no sul da Europa, onde se verificou um aumento de 12 % do afluxo de turistas internacionais, no mesmo período.

De acordo com o relatório, a Croácia, Chipre, Malta e a Eslovénia registaram um crescimento de dois dígitos no afluxo de turistas internacionais (até ao final de agosto, face ao período homólogo do ano anterior). A Grécia, Itália, Portugal e Espanha também registaram um forte crescimento. Estes países estiveram em destaque, em fevereiro de 2017, num evento associado às Jornadas Europeias do Emprego. A feira de empregos –Seize the Summer with EURES 2017 – colocou candidatos a emprego de todos os Estados-Membros e dos países do EEE em contacto com empregadores do sul da Europa que procuram colaboradores motivados com competências linguísticas diversificadas e de diferentes percursos. O evento em linha centrou-se exclusivamente em empregadores dos setores do turismo, da hotelaria e da restauração, sedeados na Croácia, Chipre, Grécia, Itália, Malta, Portugal, Eslovénia e Espanha. Leia o artigo «Jornada de emprego em linha envia guia turística francesa para os Açores» para ficar a saber de que forma o evento ajudou um operador turístico português, a TuriAzores, e uma candidata a emprego francesa, Laura Combrié.

Perspetivas promissoras de emprego no turismo todo o ano

Vários países do sul da Europa, incluindo a Grécia e Espanha, estão cada vez mais focados em novos domínios, a fim de transformar o produto turístico tradicional «sol e praia» em diversos produtos centrados em vários temas.

Nomeadamente:

  • turismo na cidade,
  • turismo cultural,
  • turismo médico,
  • bem-estar,
  • romance,
  • turismo de aventura ou turismo de luxo,
  • turismo de conferências, reuniões e eventos.

Graças a estas iniciativas, as perspetivas de emprego no setor do turismo afiguram-se promissoras, em particular para quem procura oportunidades ao longo de todo o ano.

Os candidatos a emprego podem também encontrar oportunidades no inverno, em locais como a Lapónia, na Finlândia, região que foi destacada pela rede EURES num evento de recrutamento em linha, em setembro de 2017. Outra opção poderia ser a Islândia, que registou um crescimento significativo no afluxo de turistas internacionais nos primeiros oito meses de 2017 (face ao mesmo período do ano anterior), de acordo com um relatório informativo trimestral elaborado para a European Travel Commission (ETC) pela Tourism Economics (Oxford Economics Company). European Tourism in 2017: Segundo o relatório Trends & Prospects (Q3/2017), a Islândia foi o destino que registou o crescimento mais rápido de viajantes americanos, sendo igualmente um destino popular entre os turistas italianos.

A chegada de estrangeiros pode significar mais oportunidades para os europeus em matéria de competências linguísticas

Possuir competências em línguas estrangeiras – além do inglês – pode ser útil quando procura emprego no setor do turismo/hotelaria. A Europa é cada vez mais popular entre os visitantes chineses e indianos. De acordo com o relatório da ETC, recentemente verificou-se também um aumento do afluxo de turistas russos. O mesmo relatório indica ainda que as deslocações de cidadãos chineses ao estrangeiro continuam a aumentar o número de visitantes de todos os destinos europeus. «A procura turística deste mercado [China] foi fomentada pela criação de condições económicas e pela expansão sem precedentes da sua classe média», refere o relatório. Ainda segundo o relatório, a Sérvia foi o destino que registou o maior aumento da procura por turistas chineses em termos de chegadas e de dormidas.

A procura de viagens à Europa a partir da Índia foi igualmente acentuada, tendo-se verificado um aumento de, aproximadamente, 14 % de turistas provenientes deste país. Para os turistas indianos, a Croácia foi o destino mais popular em termos de chegadas (com base em dados até setembro de 2017). «Com o tempo, o país [Índia] tornar-se-á cada vez mais importante enquanto mercado de origem para os destinos europeus», refere o relatório.

Reconhecendo a importância crescente da China para o setor do turismo europeu, a Comissão vai organizar o Ano do Turismo UE-CHINA (ECTY) em 2018, em colaboração com a Administração Nacional de Turismo da China (CNTY).

Para procurar emprego no setor do turismo/hotelaria, utilize a rede EURES a fim de:

 

Ligações úteis:

A Comissão Europeia

Organização Internacional do Trabalho (OIT)

European Union Short-Term Tourism Trends

Seize the Summer with EURES 2017

Jornada de emprego em linha envia guia turística francesa para os Açores

A Lapónia na Finlândia

Evento de recrutamento em linha

European Tourism in 2017: Trends & Prospects (Q3/2017)

A importância crescente da China

ECTY

Estágio, estágio profissional, estágio de aprendizagem – qual a opção adequada para ti?

Passaporte de competências

 

Informações adicionais:

Encontrar um Conselheiro EURES

Condições de vida e de trabalho nos países EURES

Base de ofertas de emprego EURES

Serviços EURES para empregadores

Calendário de Eventos EURES

Próximos Eventos em linha

A EURES no Facebook

A EURES no Twitter

A EURES no LinkedIn

Informação detalhada

Tópicos
Negócios / EmpreendedorismoPartes interessadas externasSugestões e DicasNotícias do mercado de trabalho/notícias de mobilidadeTendências de recrutamentoJuventude
Seções relacionadas
Vida & Trabalho
Setor
Accomodation and food service activitiesActivities of extraterritorial organisations and bodiesActivities of households as employers, undifferentiated goods- and servicesAdministrative and support service activitiesAgriculture, forestry and fishingArts, entertainment and recreationConstructionEducationElectricity, gas, steam and air conditioning supplyFinancial and insurance activitiesHuman health and social work activitiesInformation and communicationManufacturingMining and quarryingOther service activitiesProfessional, scientific and technical activitiesPublic administration and defence; compulsory social securityReal estate activitiesTransportation and storageWater supply, sewerage, waste management and remediation activitiesWholesale and retail trade; repair of motor vehicles and motorcycles

Isenção de responsabilidade

Os artigos destinam-se a fornecer aos utilizadores do portal EURES informações sobre temas e tendências atuais e a estimular a discussão e o debate. O seu conteúdo não reflete necessariamente a opinião da Autoridade do Trabalho Europeia (ELA) ou da Comissão Europeia. Além disso, EURES e ELA não endossam os sites de terceiros mencionados acima.